sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Fechamento #2 - Setembro/2017

Fala galera, tudo ok? Por que vamos vivendo mais um dia. Trago a vocês o fechamento de setembro, onde apurei minhas primeiras rentabilidades negativas.

Vamos a tabela de investimentos

*Clique na imagem para ampliar.

Vamos aos comentários:

1- Em renda fixa mantive minha posição, sem aportes e sem retiradas.
2- 100 ações da VALE3 e 100 ações da VLID3 entraram na carteira.
3- Entrei no mundo das criptomoedas, comprando um pouco de Bitcoin, Dash e Etherium.

Agora a tebala de crescimento/rentabilidade e aportes:


Nesse mês consegui um total de aporte de R$ 6018,00, superando a meta do mês de R$ 4000,00 em 150,45%, muito bom. A rentabilidade da renda fíxa ficou de 1,59% e a carteira de ações de -0,37%. Além disso, acumulei uma rendabilidade nas criptomoedas de -25,19%, ótima hora de se comprar não?

Mas Sonhador, que merda de moedas digitais hein, você aceita isso na sua carteira? 
Vejam só amigo, como sou sortudo no timing da compra, a seta foi a época que comprei, no começo de setembro:


Pois é amigos, comprei ridiculamente na alta, Hahaha! Chegou a cair até R$ 12.000,00, mas fazer oque né. Bem, acredito no potencial das moedas digitais, não sou nenhum expert e nenhum entendido do assunto, apenas li sobre, gostei e decidir começar devagar, esse mês talvez aporte mais um pouco.

Sobre as metas do mês, consegui bater a meta do aporte, que é o mais importante, mas não consegui os 1% ao mês. De qualquer forma, é apenas o início e ainda estou em processo de formação de carteira, pretendo ter FII e mais empresas até o final do ano que vem.

Sobre minhas despesas, temos:

A primeira tabela é a média das minhas despesas mensais neste ano e a última tabela foi o que gastei nesse mês. Nesse mês gastei muito com despesas pessoais porque tive que comprar muita roupa para o trabalho, só nessa brincadeira foram mais de R$ 480,00, além disso também fiz a assinatura no site do Bastter. Como eu estou começando achei sensato assinar para tentar aprender o máximo com eles até conseguir caminhar com minhas próprias pernas. O resto manteve-se o normal, mas estou gastando mais com Habitação e Alimentação pois meu padrão de vida subiu um pouco mesmo, mas não foi nada considerável.

Portanto, pra finalizar, minha meta de IF fica:

IF = 1575,06 x 200 = R$ 315012,00.

Portanto, estou com 12,24% da IF concluída! Muito bom para quem está começando!

É isso aí, me sinto cada vez mais motivado para continua na corrida, e vcs?

Abçs e até logo!






sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Análise Fundamentalista – Construção Civil – Parte 1

Como eu tinha dito antes, vou começar a fazer minhas análises publicamente, afim de fazer um compromisso público, me empenhar mais no aprendizado e na confecção do mesmo.

Decidi começa pelas empresas da construção civil. Porque? Bem, o porquê sinceramente não sei, seria mais sensato atacar o setor mais lucrativo, ou o que tem mais expectativas futuras e tudo mais, contudo, simplesmente aceitei minha decisão e parti para o trabalho braçal.

Primeiramente eu decidir que devo passa o pente fino em todas as empresas de um determinado setor. Para isso tenho que saber eliminar empresas que não entram no meu critério de análise. O primeiro filtro foi que empresas com Patrimônio Líquido (PL) inconstante, Receita Líquida (RL) inconstante ou Lucro Líquido (LL) inconstante não seriam analisadas, assim como prejuízos (LL negativo entre outros).

Entrando no site da Bovespa e selecionando todas as empresas do setor de Edificações, temos:


Listando todas no Excel e procurando o balanço rápido de cada uma em sites como Penserico.com e eduardocavalcanti.com eu pude ver como anda os números de cada uma.


Legenda:
= caiu. Por exemplo, o Patrimônio Líquido da CR2 caiu nos últimos anos.
↓↓ = caiu muito/drasticamente. Por exemplo, o Lucro Líquido da JFEN caiu drasticamente.

Obs1.: CALI3 não é mais negociada na bolsa.

Obs2.: Não achei os balanços da TEND3 facilmente (leia-se Penserico ou eduardocavalcanti) então resolvi não analisa-la.

Veja que todos que não se enquadram nos meus critérios já estão selecionados de vermelho. Os selecionados de amarelo não estão ruins, mas também não estão bons. Já os verdes foram os aprovados.

Outra observação relevante é perceber como todas as empresas (com exceção da MRVE) um desempenho baixo no 2T2017, mostrando que o setor está passando por dificuldades.
Portanto, a partir desse instante o foco fica em apenas duas empresas: EZTEC E MRV.

Decidi antes de tudo começar pelos balanços, acho que eles são o critério perfeito pra saber se devemos nos aprofundar na empresa ou não.

Vamos ao comparativo de balanço entre eles:


Comentários:

1 – Ambos apresentam crescimento do PL ao longo dos anos (houve uma ligeira queda de 2,6% no patrimônio da EZTEC em 2T2017 em relação a 2016). A Receita Líquida da MRV conseguiu crescer em 2T2017, que é um fato interessante, já a EZTEC teve uma RL em queda ao longo dos últimos 4 anos.

2 – O LL da MRV manteve-se praticamente constante nos últimos três anos, não crescendo, mas também não sofrendo com a crise do setor. Já os lucros da EZTEC vêm caindo desde 2013.

3 – A Margem líquida corresponde ao que sobra para os acionistas em relação as receitas com vendas e prestação de serviços da empresa. Logo, quanto maior a margem líquida melhor para nós, os acionistas. Veja que EZTEC ganha em ter uma maior Margem Líquida e apresenta um histórico de Margem Líquida alto. Contudo, muitas empresas sacrificam a margem para obter mercado, o que pode ser considerado no caso da MRV.  A média da Margem Líquida da EZTEC é de 40% enquanto que da MRV é de apenas 15%.

4 - O ROE é um indicador financeiro percentual que se refere à capacidade de uma empresa em agregar valor a ela mesma utilizando os seus próprios recursos. Nesse quesito a EZTEC se apresenta ligeiramente melhor e, quanto maior o ROE, maior o retorno obtido. Apesar da EZTEC apresentar uma média de ROE maior ao longo dos anos, o ROE da MRV foi superior nos últimos 2 anos.

Conclusões até agora:

Até o momento vemos que quem gosta de analisar lucros tende para o lado da MRV e quem gosta de analisar a Margem Líquida tende pro lado da EZTEC. Como essa é a minha primeira análise não sei dizer se são empresas boas ou não, mas algo me diz que estou indo no caminho certo. Uma coisa eu tenho certeza, vou abrir posição em uma delas, afim de aprender com meus erros e ir criando/refinando minha própria estratégia.

Nos próximos dessa série continuarei analisando as duas empresas. Não sei a sequencia certa ainda, mas pretendo analisar a dívida, o fluxo de caixa, os proventos, a governança e o RI das empresas.

Por favor amigos investidores mais experientes, me deem dicas e críticas, elas sempre serão super bem-vindas.

Até

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Blog AdP e Bolsa de valores


Boas povo, tudo bem?

Hoje o post é rápido e só queria deixar registrado muitos posts que leio pela finansfera afora.

Quando eu comecei a devorar blogs de finanças eu achei muitos, mas muitos que eu gostaria de ler inteiro. Existe muitos muito bons e, além disso, sou detalhista, gosto de ler tudo, aproveitar tudo, aprender tudo que esses blogs tem para oferecer.

O problema é a quantidade de informação que cada um oferece, podendo exigir um tempo imenso para tal façanha, mas não me importo, tirando um tempinho aqui, um bilisquinho ali eu vou lendo post por post e tentando aprender com cada um.

Nesse quesito eu acabei de ler todo o blog do AdP, uma tremenda referencia para nós que estamos começando agora. No intuito de não perde nenhuma informação que achei foda e também de resumir pra vocês o que mais gostei dos blogs deixarei os links das postagens que mais me ajudaram, mais me influenciaram e que mais aprendi.

Aí vai:


http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/08/serie-mastigado-preco-dividendos.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/06/serie-mastigado-preco-medio.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/01/relacao-precolucro-pl.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2012/01/estrategias-envolvendo-pl.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2013/06/um-pouco-de-minha-estrategia.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2013/08/seja-um-pitecofobico-fuja-dos-micos-da.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2014/03/guia-de-declaracao-de-imposto-de-renda.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2015/03/meu-metodo-de-precificacao-introducao.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2015/04/meu-metodo-de-precificacao-teoria-e.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2016/02/o-que-aprendi-apos-cinco-anos-de.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2017/03/explicando-minha-forma-atual-de.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2017/03/explicando-minha-forma-atual-de_10.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2017/03/explicando-minha-forma-atual-de_15.html
http://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2017/03/explicando-minha-forma-atual-de_24.html
https://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2014/09/analise-e-opinioes-alpargatas-e-grendene.html
https://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2014/04/analise-e-opinioes-brfs3-e-mdia3.html
https://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2013/04/analise-e-opinioes-artr3-ccro3-e-ecor3.html
https://alemdapoupanca.blogspot.com.br/2013/02/analise-e-opinioes-aes-tiete-x-tractebel.html


Outra informação é que começarei a fazer minhas próprias análises de empresas e penso em colocar aqui. Isso vai me força a fazer uma análise mais detalhada e embasada, melhorando o meu aprendizado e ganhando dicas e críticas de vocês. Sou da filosofia do Buy&Hold e não sei nada de análise Técnica, mas prometo dar o meu melhor. Reforço: sou iniciante, não se baseiem em nada que eu colocar aqui certo? Haha

O proximo blog a ser devorado será o Viver de Renda, já estou quase terminando os arquivos de 2009 ^^

Outro fato interessante é o meu blogroll, acho ele uma ferramente muito interessante de acompanhar as novas postagens da galera, então o meu blogroll é uma referencia pra mim e só adiciono a galera que está em "dia", isto é, toda a galera que está aqui do lado eu já li todos os posts Hehe

Abraços!

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Como economizar utilizando o Nubank!

E ai galera, tudo em cima?

Hoje eu vim com uma dica para economizar mais ainda nas compras e aumentar cada vez mais os aportes. A dica é direcionada mais pra galera que é sem dívidas controlada com o cartão de créditos e que gostam de pagar a vista.

A dica é: Antecipar parcelas de compras já feita recebendo desconto.

Eu não conhecia essa vantagem oferecida pelos cartões de crédito. Eu já tive um do banco do Brasil e um do Santander, era o mais basicão e não vi esse recurso. A alguns meses atrás eu entrei pra família Nu, e descobrir que o Nubank pagar juros a você quando antecipar parcela. Os juros variam de acordo com a demanda, mas geralmente quando eu fiz ficou entre 8-9% ao ano, e olha que já fiz muita antecipação.

Como que faço então para economizar com isso? 

Geralmente o desconto só vale a pena em compras "grandes", aquelas que geralmente a galera disponibiliza parcela. Antigamente eu sempre pagava tudo que comprava com o cartão de crédito a vista, não gosto de parcelas, dão a ilusão que você tem gasto pouco e vc fica mais folgado com o policiamento da economia. Agora se eu posso parcela sem juros então eu parcelo.

Faço a comprar com o maior número de parcelas possíveis (quanto maior o número mais desconto), espero a comprar ser consolidada no App e depois antecipo elas. Na prática é como se eu tivesse pago a vista, mas nesse esquema economizo bons trocados.

Alguns exemplos reais que busquei do meu roxinho:

Kindle de R$ 239,00 parcelado em 6x.
- Economia de R$ 10,52
Passagem de avião de R$ 232,00 parcelado em 6x
- Economia de R$ 3,39
Memoria RAM de R$ 127,30 parcelado em 12x
- Economia de R$ 5,06
Seguro Viagem de R$ 85,00 parcelado em 4x
- Economia de R$ 3,63
Tenis Netshoes de R$ 129,90 parcelado em 3x
- Economia de R$1,45
Passagem de avião de R$ 1432,50 parcelado em 10x
- Economia de R$ 82,31

Veja que apenas nos exemplos que eu dei foram R$ 106,36 de economia, apenas por usar a antecipação de parcelas.

Eu tenho o cartão de Nubank e já economizei mais de R$ 170,00 em menos de 5 meses! PQP! Ta valendo muito a pena!

Não quero puxa sardinha pro Nubank, mas estou muito satisfeito com o cartão, com o App e com a antecipação de parcelas. Fica aqui minha recomendação.

Obs.: Não conheço se há outro cartão de crédito oferecendo esse benefício, apenas estou divulgando o Nubank por gosta do serviço

Agora até pra pagar bala eu pergunto se parcela, hahaha!



quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Fechamento #1 - Agosto/2017

Boas amigos, finalmente trago a vocês meus humildes números financeiros. uhuu o/

Gosto mais de tabelas do que de gráficos, acho que vai fica perceptível =]

Como eu tinha informado arrumei um emprego descente em maio e comecei a economizar desde lá. Contudo, só agora estou me compromissando de fato com a gloriosa IF.


RF: Tenho TD Selic como reserva de emergência e apliquei um pouco em IPCA 2045 também. Esse IPCA foi uma das minhas primeiras aplicações e talvez não seja muito feliz com ele. Acontece.

RV: Gosto de renda variável, não sou muito neurótico de ver meu patrimônio variar. Sou da filosofia do Buy&Hold  penso em ficar com meus papeis por bastante tempo. Ainda estou estudando mais ações (10-12 no total) para comprar e aprendendo aos poucos a base da análise fundamentalista. A porcentagem de crescimento é em relação ao preço inicial e não o rendimento ao mês ou ao ano.

Abaixo temos a tabela do crescimento.

A RV teve rendimento de 1,51% e a RF teve rendimento de 1,09%, totalizando 1,21% de rendimentos. O aporte desse mês será meio que desconsiderado da meta já que ele é resultado de 4 meses de economia. Na média foram R$ 8000,02 aportados, mas valor inflacionado por bônus e outras economias anteriores.

METAS:

- Aporte: R$ 4.000,00 / mês

Vamos ver se consigo =P

- Rentabilidade da carteira: 1% / mês

Meta pequena para começar devagar, ganha confiança e ir acelerando.

- Patrimônio Líquido no final de 2017: R$ 51000,00

Tentarei bater a meta de cada mês:

Agosto  R$ 32.000,08
Setembro  R$ 36.360,08
Outubro  R$ 40.763,68
Novembro  R$ 45.211,32
Dezembro  R$ 49.703,43

Perceba que coloquei a meta de PL um pouquinho mais acima pra dá aquela desafiada.

- Reserva de emergência: R$ 9.000,00

Gosto da ideia de que ainda tenho um vida muito estável e sem grandes turbulências, sem dependentes ou dívidas, podemos estima uma reserva de 6 vezes as despesas mensais. Portanto, meu colchão está muito mais cheio do que deveria, tentarei realocar os recursos mais tarde.

- Independência Financeira: R$ 300.000,00

A maior meta de todos, onde todos aqui da finansfera almejam chegar. Mas a sua IF não é muito baixa? Cadê o milhão?

Pois é, gosto da ideia da IF ser variável, ser uma meta que quanto mais perto dela você chega, mais ela estica. Dessa forma eu calculo minha IF como assim:

IF = Despesas Mensais Atuais x 200

Mais porque? Porque com um rendimento de 1% ao mês eu consigo render 2x o que eu gasto por mês, isto é, me dando uma vida comum que já tenho hoje e mais (e mais mesmo) regalias pra gastar. E a inflação, cadê? Não sou muito adepto a contabilizar a inflação, talvez seja porque eu sou muito leigo agora ou porque eu contabilizo minha IF que eu preciso pra hoje e não pra daqui 15/20 anos. Portanto, a medida que a inflação vai comendo meu dinheiro minhas despesas vão aumento e assim minha meta de IF também, acha justo não?

Próximos post tentarei colocar minhas despesas, prometendo gastos em algumas áreas e também algumas metas pessoais que desejo atingir até o final do ano.

Estou animado, acho que é assim todo começo de blog não? Espero que dure o máximo possível, tenho acompanhando muitos blog e vejo muitos que pararam as postagens mesmo com as economias muito bem administradas. =[

Gosto de acompanhar todos e ver a evolução alheia.

Abração a todos,

Até

domingo, 27 de agosto de 2017

Um pouco da minha história - Parte 2

E aí, o que vocês acham, mudei ou não de cidade com quase nada no bolso?

Pos bem, apesar de ser uma decisão difícil, acabei decidindo ela até que relativamente rápido. Eu realmente estava apaixonado pelo desafio. Fui pra Fortaleza estudar o dia inteiro visando minha vaga no vestibular. Meus pais acabaram me apoiando, mesmo achando muito estranho (eu tinha emprego e um curso superior, algo que muitos estariam sonhando para ter), mas fui basicamente com minha reserva de dinheiro, que não passava de 3 mil na época.

Chegando na nova cidade eu tive que me vira pra achar um local pra morar. Arranjei um AP de 1 quarto, cozinha e banheiro e dividi com um amigo do orkut que tb veio com o mesmo objetivo. Meus gastos eram basicamente com moradia e comida (apesar de ter almoço gratis na escola) e assim foi 1 ano em fortaleza. No fim de tudo a noticia: não passei! Fiquei entre uns 20-30 excedente num concurso de 180 vagas. O concurso era muito querido e era improvável ter desistentes, no fim, apenas 3 desistiram e eu não fui contemplado com a segunda chamada.

Voltando pra cidade de origem pra chora o tempo perdido e reavaliar a vida. Eu queria muito tentar outra vez, mas minhas condições financeiras não deixavam. A reserva que eu tinha levado tinha se esgotado e ainda pedi dinheiro emprestado para os meus pais e para minha irmã. Não tinha como voltar!

Contudo, com minha boa colocação no concurso recebi diversas ofertas de outros cursinhos que me queriam com ele e daí veio a ideia do poder de barganha. Pois é pessoal, negociei minhas exigências até não poder mais. No fim de tudo, voltei pra fortaleza com bolsa integral, casa paga pelo colégio, passagem de avião gratis e um pequeno salário (250 reais) por mês como ajuda de custo. Voltei no gás e fiz o meu trabalho: passei!

Até ai eu tinha 23 anos de idade e meu saldo patrimonial era zero! Mas foda-se, consegui o que queria, estava feliz pra carai!



Vida nova, cidade nova, amigos novos, tudo novo. Excitação a flor da pele. Mas excitação não paga contas e eu precisava de uma fonte de renda rápido. Essa faculdade que prestei é vinculada ao ministério da defesa e exige que façamos um período militar em nossa graduação. Isso é péssimo pra maioria da galera que chega lá, pois exige disciplina e muito saco. Mas pra mim estava ótimo, eu ia ganhar fucking mil reais por mês pra marcha, andar fardado e aprender algumas doutrinas. Foi uma troca totalmente a meu favor. Dessa forma conseguir me sustentar na nova cidade, pagando comida, alojamento, a dívida que eu tinha com minha irmã e tudo mais. Além disso, consegui fazer uma gordurinha e guarda 5 mil reais pro segundo ano que, infelizmente, era totalmente civil, isto é, eu não ganhava mais nada, zero!

Chegando no final do ano letivo vi a oportunidade de estagiar nas ferias, o famoso Summer Job! Mas para isso devia dominar uma linguagem de programação totalmente nova pra mim pra poder fazer a entrevista. Desafio lançado e acabei aprendendo a programar em menos de 40 dias.

Feito isso, passei as férias trabalhando e ralando, extendendo meu salário de milzinho, pois eu ganhava o mesmo no summer job! Com isso eu acumulei grandiosos 6300 reais na minha conta correte.

Isso mesmo, você não leu errado, conta corrente! Apesar de ser poupador e gasta pouco, meu conhecimento em finanças era negativo, eu deixava o dinheiro parado lá mesmo, sendo corroído pela inflação.

Segundo ano de faculdade começou, com várias dívidas pela frente pra me sustentar e nenhuma fonte de renda. Foi aí que voltei a um velho trabalho meu: digitar questões. Eu ganhava mais ou menos 50 centavos por questão digitada. Eu recebia pacotes de 50, 100, e gastava entre 2 a 5h pra fazer isso. Conseguia tirar um dinheirinho suado, mas fazendo isso semana após semana no final do mes pingava um trocado muito bom, coisa de 150-200 reais. Isso era muito satisfatório, pois me aliviava da tensão de não ter uma renda.

Cheguei no fim do ano com exatos mil reais na conta corrente, mas com um objetivo em mente. Consegui uma das oportunidade de emprego que minha faculdade disponibilizava no terceiro ano. Era uma oportunidade que me permitia ganhar bem e realizar os dois ao mesmo tempo.

E enfim, isso aconteceu em maio deste ano, 2017. Portanto, sem quase um tostão no bolso, consegui finalmente um emprego que me permitira viver bem e sobrar dinheiro no fim do mês. Mas o que fazer com a sobra? Onde eu coloco? poupança, deixo na cc? Investir? Oq é isso?

Como eu nunca tinha ganhado tanto na vida eu nunca tinha me preocupado com essas perguntas. Passar dos 10 mil reais? Isso é possível? Como?

Comecei a estudar tudo sobre educação financeira, como poupar, como investir, onde investir, livros, youtube, blogs, mais youtube e assim fui conhecendo o mundo das finanças.

Hoje estou aqui, com um emprego bom e estável, começando meus aportes por agora e bem direcionado (penso eu) e espero ter a ajuda da finansfera pra consegui minha sonhada IF.

Falei pra carai, mas como eu disse antes, eu gosto de detalhar as coisas =D

Até os números do mês, finalmente!

Sonhador Econômico

Um pouco da minha história - Parte 1

Olá amigos, hoje vou conta um pouco da minha trajetória até o momento atual. Já peço desculpas se eu detalhei de mais, mas é uma característica minha e não consigo evitar. Tive até que dividir em duas partes. Bom, pelo menos vocês acabam me conhecendo bem =]

Vamos lá

Sempre tive prazer por estudar, gostava porque achava legal e divertido. Sempre tive afinidade com números, matemática e física, achava super fácil e divertido. Por causa dessa vocação acabei indo fazer uma escola técnica muito famosa da minha cidade. Lá eu fazia o ensino médio de manhã e o curso técnico de eletrotécnica de tarde. Bons momentos, mas também muito estudo.

Minha primeira fonte de renda foi um curso de aprendiz de mecânica industrial no SENAI. Lá você era meio que bolsista de uma empresa, ela pagava pra você estuda e você estudava! Desse jeito eu ganhei meus primeiros trocados realmente meus, nada mais nada menos que 150 reais.

Minha reação com meus primeiros trocados.


Além disso eu tinha uma outra "fonte" de renda, eu vendia doce na escola. Minha mãe fazia os doces e eu levava e vendia. A grana era muito boa, sustentava meu transporte (ônibus) e alguns lanches, o resto voltava pra minha mãe. No meu terceiro ano de ensino médio acabei montando um monopólio gigante lá dentro hehe!

Pois bem, com esses 150 reais meu mundo decolou, comprar casquinha no McDonalds era meu status favorito de "tenho dinheiro", mas meu espírito pão duro economista me fez guarda bons trocados.

Meses antes de me forma estava doido pra começa a estagiar, queria que queria entrar no mercado de trabalho. Fiz diversas entrevistas de estágio e consegui um relativamente rápido. Fui trabalhar como técnico estagiário projetista numa industria grande, ganhando uma misera bolsa de 400 reais, que era uma coisa absurda pra mim na época. Lógico que tinha vaga de estágios que pagavam mais, 600, até 900 reais tinha, mas eu estava feliz com minha vaga já confirmada.

Trabalhei bem, gostava do que fazia, mas não gostava muito do meu chefe. Meus pais viam que eu já estava me jogando pro lado independente e acabaram me delegando alguns gastos meus, como internet (eu era o único que usava), crédito de celular, cinema e outros. Mesmo assim eu ainda guardava uma grana boa.

Foi aí que eu tive minha primeira grande despesa. Meu pai vendo que eu já tinha uma grana guardada me matriculou numa Auto Escola (sem me consultar) e me deu o boleto pra pagar. Fucking mil reais, WTF?!

Quando eu tive que pagar um boleto de mil reais.

Eu com meus 19 anos nem sequer queria tirar carteira e meio que fui obrigado convencido a tirá-la. Hoje não reclamo muito, meu pai estava certo afinal, ter carteira de motorista foi importante pra mim.

Isso impactou diretamente nuns bicos que comecei a ter (pois pegava o carro emprestado pra chegar no local de trabalho). Acabei largando o estágio e fui pra outro que pagava mil reais. Além disso, trabalhava em festa em gerais (comemorações de empresas, festas de crianças, festas de casamento, festas junina e outras). Era muito bom e eu tirava uma renda boa nos finais de semana. Cada festa me rendia 60-80 reais e eu as vezes usava todo o meu final de semana (chegava a trabalhar em todos os finais de semana do mês de sexta a domingo). Contudo, não fiquei muito nesse novo estágio, apenas 4 meses, botei na cabeça que queria presta um vestibular pra uma faculdade mais renomada (eu já fazia faculdade de engenharia elétrica) e também porque reclamava da distância (eu tinha que pega dois ônibus e gastava mais de 3h diárias com transporte).

Dessa forma larguei meu estágio (não tinha mas aquele brilho no olho) mas continuei com os bicos no final de semana. Trabalhei como entregador de lanches, carregador de caminhão e outros, mas o bico mais frequente era garçom. Meus estudos rendiam bem, achava a faculdade fácil e não me dedicava muito a ela. Todavia, o vestibular era difícil e exigia um pouco mais de esforço.

De fato a qualidade da minha educação não era lá essas coisas, vim de escola pública e meu ensino era puramente técnico. Mas eu queria que queria passar nessa bendita faculdade. Sonho e sonho e devemos seguir. Com alguns contatos que eu tinha na rede do orkut (sim! ORKUT) eu consegui uma bolsa em uma das cidades mais famosas pelo ensino de qualidade privado: Fortaleza.

Agora e dúvida do momento era: mudo ou não de cidade apenas pra estudar?

Haha, continua o resto na Parte 2 se não o post vai ficar gigante =P.

Sonhador Econômico





Fechamento #2 - Setembro/2017

Fala galera, tudo ok? Por que vamos vivendo mais um dia. Trago a vocês o fechamento de setembro, onde apurei minhas primeiras rentabilidades...